sábado, maio 24, 2008

A FALÉSIA DOS PINHEIRINHOS

Aqui ficam (assim a seco, porque as ultimas semanas têm sido um confuso rodopio, devido a vários factores!), os topos básicos de (quase) todas as vias da Falésia dos Pinheirinhos. Trata-se de terreno de aventura puro, com vias semi-equipadas com plaquetes inox, pontes de rocha e contados pitons. Umas poucas vias estão integralmente equipadas e são exemplares excelentes mas, o seu ambiente particular faz com seja dificil classificá-las como escalada desportiva descontraída.

Nestas paredes impera a escalada livre, no entanto, muitos dos passos mais dificeis podem ser realizados em artificial. O único representante (até agora) digno de se classificar como escalada artificial é o terceiro lance da “Viagem sem rumo” (a segunda via a ser aberta nos Pinheirinhos). Este largo merece, sem duvida, uma visita (ganchos requeridos!) porque cruza a abobada característica de vazio impressionante.

Nos ultimos tempos, a maltinha mais forte tem-se entusiasmado com o local, equipando algumas vias mais duras.

Para a maioria das vias será necessário utilizar um bom conjunto de friends e alguns entaladores. Os pitons não são necessários. As cordas duplas são aconselháveis, embora não obrigatórias. O capacete... sempre!

Convêm ter especial atenção no acesso da “Varanda” à “Cova da areia”, onde o encordamento e respectiva segurança nalguns passos simples mas expostos são bastante aconselháveis.

Na “Cova da areia”, o Leopoldo Faria equipou recentemente três linhas “desportivas” que não vêem referenciadas nos topos apresentados. Segundo o “Leo”, os seus graus oscilam entre o 6b e o 7a.

Para já é isto... disfrutem!


Paulo Roxo




















6 Comments:

Rui Rosado said...

Excelente Trabalho Roxo!
Excelentes vias, excelente ambiente, excelente croqui!

Para quem ainda não conheçe, recomenda-se a Falésia dos Pinheirinhos!

Marco Inácio said...

Boas

Tal como diz o Rosado... "Excelente Trabalho".
Obrigado pelos croquis e pelo serviço público prestado.

Abraço

NALGA said...

Pelas fotos, parece-me que essa falésia é por cima da gruta do frade.
Pelas fotos, toda ela parece um queijo suíço. Acho que em breve terei de fazer umas prospecções (se é que já não foram feitas) mais acrobáticas para espreitar algumas dessas cavidades. Fiquem bem.
Um abraço de um espeleólogo.

sesa said...

fonix...

Brutal!

Anónimo said...

Hei! Excelente compilação de um excelente trabalho. Parabéns aos equipadores!
abr Fernando Silva

Anónimo said...

e os falcões o que é que têm a dizer destas vossas coisas buee da maluacas??


ass

O pessoal da protecção das aves silvestres